06 setembro, 2010

Os Vampiros - Zéca Afonso

          Caríssimos, estimados amigos e leitores deste blogue, hoje trago-vos um poema canção do grande compositor e cantor Zéca Afonso ( Dr.) , ( Aveiro 2/08/1929 - Setúbal, 23/02/1987 ) OS VAMPIROS é um poema que me marca pela sua aínda actualidade e que se enquadra, na sequência dos meus dois últimos posts. Um retrato da exploração do homem pelo homem, geradora das actuais dessincronias sociais num espírito capitalista que floresce e se alimenta do sangue, suor e lágrimas de um povo. Zéca Afonso, que se perfilou nesta luta contra a pobreza e contra o regime Salazarista, foi perseguido pelo regime e prejudicado na sua carreira académica, tendo sido inclusivé expulso do ensino! Para sobreviver, dedicou-se à música, composição e interpretação, tendo-nos deixado um grande legado!
          A este grande Homem  presto aqui a minha homenagem.

Sãozita



 OS VAMPIROS

No céu cinzento
Sob o astro mudo
Batendo as asas
Pela noite calada
Vêm em bandos
Com pés veludo
Chupar o sangue
Fresco da manada

Eles comem tudo
Eles comem tudo
           Eles comem tudo   ( bis )
E não deixam nada

A toda a parte
Chegam os vampiros
Poisam nos prédios
Poisam nas calçadas
Trazem no ventre
Despojos antigos
Mas nada os prende
Às vidas acabadas

Eles comem tudo
Eles comem tudo
           Eles comem tudo   ( bis )
E não deixam nada

Se alguém se engana
Com seu ar sisudo
E lhes franqueia
As portas à chegada

Eles comem tudo
Eles comem tudo
           Eles comem tudo   ( bis )
E não deixam nada

No chão do medo
Tombam os vencidos
Ouvem-se os gritos
Na noite abafada
Jazem nos fossos
Vítimas dum credo
E não se esgota
O sangue da manada

Eles comem tudo
Eles comem tudo
           Eles comem tudo   ( bis )
E não deixam nada


São os mordomos
Do universo todo
Senhores à força
Mandadores sem lei
Enchem as tulhas
Bebem vinho novo
Dançam a ronda
No pinhal do rei

Eles comem tudo
Eles comem tudo
           Eles comem tudo   ( bis )
E não deixam nada
Se alguém se engana
Com seu ar sisudo
E lhes franqueia
As portas à chegada

Eles comem tudo
Eles comem tudo
           Eles comem tudo   ( bis )
E não deixam nada

Eles comem tudo
Eles comem tudo
          Eles comem tudo  ( bis )
E não deixam nada



67 comentários:

Graça Pereira disse...

Gosto da música e letras do Zeca Afonso, um homem que teve a coragem de dizer cantando...o que ia mal neste país. Os Vampiros ( a letra) parece-me voltar outra vez a ser actual....Nos dias de hoje teria muitos temas a que dedicar espaço e tempo...Beijo
Graça

Franck disse...

Belo poema! Bela Mensagem! Vc esteve ausente, que bom que voltastes!
Bj*

Juliana Sphynx disse...

Bom início de semana!
=D

Marilu disse...

Querida amiga, lindo post...Tenha uma linda semana...Beijocas

JADY*ALVES disse...

O assunto arrepia, vampiros e sugação aff, não gosto de ser 'sugada' literalmente falando rsss.
A poesia é boa com certeza, parabéns a inspiração do poeta.
Beijo e carinho pra tí amiga.
Tua amiga,
jady

"Cantinho Poético" disse...

Bom dia e Feliz Semana!!
Tem selinho aqui prá voce...pegue o seu!!

Beijossssss.......M@ria

Luís Coelho disse...

Parabéns por esta homenagem ao José Afonso.
Hoje seriam preciso um milhões para acordar estes políticos e este tipo de governos que nada fazem para acabar com a praga da fome e do desemprego.

El ave peregrina disse...

Saozita, entrada onde o medo e o misterio enredan a poesía, os vampiros como dis...comen e chupan todo.

Unha aperta e feliz semana.

Andradarte disse...

Estou nessa....É justo...

Beijo

Irene Moreira disse...

Saozita
Estou aqui a te escrver e ouvir o José Afonso que aqui no Brasil não tinha escutado.
A música é um meio que leva aos ouvidos de todos as verdades que muitas vezes não são ditas cara a cara.

Obrigado pela suas visitas e palavras que sempre me são gratificantes.

Beijos e uma linda semana

Irene Moreira disse...

Saozita
Deus um erro na hora que publiquei o comentário. Espero que tenhas recebido.

De qualquer forma gostei muito de ouvir o José Afonso e acompanhar a letra.

A música é sempre ouvida por todos e dá o seu recado.

Beijos e uma boa semana

Rogério Pereira disse...

Sãozita
Reconheço que tem razão em considerar actual a canção do Zeca Afonso. Na verdade os primeiros versos estão desatualizados pois, referindo-se à policia politica (PIDE) esta hoje já não é necessária como foma de assegurar que os
Mandadores sem lei
Encham as tulhas
Bebam vinho novo
Dançem a ronda
No pinhal do rei

Hoje a PIDE foi substituida por outras formas, menos odiosas mas mais eficazes para que os Vampiros sobrevivam e comam tudo, tudo e não deixem nada

Tite disse...

Amiga,

1º quero agradecer a sua visita ao Leoa.
Depois junto a minha à sua voz na homenagem ao querido e saudoso Zeca Afonso.

Com a Democracia temos tudo mais, até a... Injustiça e nisto englobo tudo.

Ai se o Zeca estivesse entre nós teria muitas músicas para fazer.

Abraços

Abraços

Mgomes - Santa Cruz disse...

Olá Sãozita. Sempre gostei de Zeca afonso e das suas cançoes ele foi um grande poeta.
Beijos
Santa Cruz

Ana Martins disse...

Boa noite Sãozita,
também sou fã de Zeca Afonso e junto-me a ti nesta bonita e singela homenagem.Gostei muito deste momento!

Beijinhos para ti, meu mano e para os meus meninos.

Ana Martins
Ave Sem Asas

Mariazita disse...

Minha querida amiga
Tenho estado, aos poucos, a responder aos comentários e a retribuir as visitas recebidas. Tem sido mesmo "aos poucos" porque apesar de já ter vindo de férias, só entro, efectivamente, ao activo :))) quando começarem as aulas.
Tenho seguido a ordem dos recebimentos, o que não significa a importância e relevância que têm para mim... Mas, como sou organizada até ao extremo, procuro ter sempre um esquema que me norteie.
Toda esta conversa vem a propósito de eu ainda não ter vindo visitar-te com tempo; tenho passado "de rajada", deixado um beijinho, e saido de corrida :)))
Na verdade eu não tenho palavras para agradecer o teu carinho, a tua amizade, a tua presença constante, enfim, todas as tuas atenções.
Disse-te, há dias, e é a única forma que encontro para te definir:
TU NÃO EXISTES!
Depois disto... só me resta tentar retribuir TUDO, o que não vai ser fácil...

Agora vou dizer algumas palavras sobre o teu post.
Sou fã (sempre fui) incondicional de Zeca Afonso.
Deixou-nos um legado fabuloso de canções maravilhosas, cantadas com a sua voz única e inconfundível.
Foi um grande lutador pela Liberdade, e merece ser lembrado para sempre.
Esta canção, Os vampiros, não é, para meu gosto, a mais bonita, mas é uma canção cheia de força, e que, infelizmente, retrata bem não só os tempos em que ele viveu, mas, muito mais importante, os tempos actuais.
Excluindo a parte que diz que "vêm pela calada da noite", etc., e que se refere, sem sombra de dúvida à PIDE, em tudo o resto se aplica aos dias de hoje. Cada vez mais "eles comem tudo".
Vê só os aumentos dos preços de serviços de notariado! Um registo de prédio rústico, que custava 50€ , passa a custar 250 €. E por aí fora. Uma pouca vergonha!

Queridinha, vais precisar de muito tempo e pachorra para leres um comentário deste tamanho :)
Desculpa. Para a próxima procurarei ser mais breve...

Desejo-te uma noite muito feliz. Que os Anjos te acompanhem. (Já alguma vez te disse que gosto muito de Anjos?)
Beijinhos com muito carinho

Barbara Himmel disse...

Saozita..bella amiga,me ha costado entender el poema..la traduccion a veces no es muy buena..(la que yo puedo hacer con mi muy limitado portugues).de lo poco que he entendido ,me ha gustado.sobre todo por la rima y el encadenameinto,si no es mucho pedir pudieras agregar el gadget del traductor...
se que has hecho un homenaje
pero juro quisiera entenderlo mejor..espero que tengas un buen día..y vuelvo para volver a leer
abrazos cariñosos
Bárbara

maria disse...

Sãozita!
Admirável! Tivera eu essa coragem publicar Zecafonso. Esta canção é ótima, diz tudo.
Amiga, saibas que podes sempre voltar lá no eu e daí, não precisas acompanhar, pode comentar à vontade. Jamais verás uma palavra de ódio, de xingamento em post algum. Só de amor.
Eu estava e, confesso, que ainda estou revirada contra uma infâmia, que me fez adoecer.
Mas todos sabem que eu sempre perdôo, ainda que eu diga o contrário. És mãe, sei que me entende.
Muito obrigada.
Beijos e Boa Semana!
Renata Maria

AFRICA EM POESIA disse...

Sãozita


Vim agradecer a visita e em nome do Vitor obrigada pelos parabens
è bom conservar os amigos
eu por um amigo vou até ao inferno.
Beijos


linda homenagem a Zeca Afonso grande cantor - foi professor do meu marido em Mangualde.

José disse...

Olá Saozita!
Há mais de novecentos anos, que eles comem tudo, e são sempre os mesmos,
no tempo do Salazar mesmo a serem perseguidos ainda havia uns quantos cantores de intervenção, hoje nem isso a gente tem.
Bonita homenagem ao Zeca.

Um beijinho,José.

Sylvia Rosa disse...

Sãozita!
No chão do medo
Tombam os vencidos
Ouvem-se os gritos
Na noite abafada...
Sentimental e profissional!
Bom estar por aqui, boa noite e linda semana.

..."re"... disse...

Eu não conheço nenhum vampiro de dentes afiados, pele fria como o mármore, lábios vermelhos e olhos sedutores.
Infelizmente existem muitos "vampiros" em todo o mundo, sugadores de sonhos. Tipo os políticos, que prometem tudo e algo mais. Fazem com que o povo faça planos para o futuro, para depois os aniquilar com impostos em cima de impostos.
Este tipo de "vampiros" precisão de ser expulsos, seja em qq quer pais.
Aproveito e agradeço o carinho de tua visita e por ficares...Fico por cá .

Un beso

Lilian F Gomes disse...

Oie!

Li um comentario seu no meu blog e rapidinho fui ver quem era você. Sempre faço isso: saber quem está escrevendo e prestigiando minhas mal traçadas linhas...rs
Vim aqui visitar, mas resolvi me acomodar. De cara já adorei seu blog. Tenho certeza que voltarei muitas vezes para ler.
Beijos e obrigada por sua visita no meu espaço..rs

Marion Lemos disse...

Olá Sãozita,
obrigada por se inscrever entre os seguidores de meus blogs, isso me deu a oportunidade de conhecer seu blog.
Adorei!!!
Quando uma pessoa ama a vida, passa a viver de maneira altruísta,
cuidando de outros como cuida de si mesma.
Seu trabalho revela essa sua dedicação, por um mundo melhor.
Parabéns pelo seu lindo trabalho!
Adorei a postagem, acho bastante atual!
Sempre grata e honrada com sua visita,
a recíproca será fiel.
Venha sempre que desejar e será muito bem-vinda !!!!
Também estou te seguindo, com carinho!

Beijos

Marion

Vivian disse...

...quer vampiros mais eficazes
do que esta corja de políticos?

beijos, querida!

Pena disse...

Estimada e Linda Amiga:
Zeca Afonso foi um grande vulto da luta-antifascista em Portugal posicionando-se desde sempre na frente da luta.
Foi compositor e um brilhante cantor da revolução de sempre.
Belo Post e extraordinária homenagem.
Parabéns.
MUITO OBRIGADO pela visita que adorei.
É notável no que concebe.
Zeca Afonso deixou-nos cedo. Ainda não era a sua altura. O seu momento.
Que Deus o guarde junto dele.
Beijinhos amigos.
Com respeito pelo que confecciona extraordinária e genialmente.
Sempre a admirá-la

pena

Excelente!
Bem-Haja, preciosa amiga.

Conceição Bernardino disse...

Olá Sãozita,

quero-lhe agradecer as palavras que me tem deixado no meu cantinho, e partilhar consigo a minha admiração pela voz que dá aos outros.

muito obrigada
lutemos por um mundo melhor
beijinho

Fernanda disse...

Querida amiga Sãozita!

Zeca Afonso é uma pedra basilar na música de intervenção portuguesa.
Este tema que escolheste é seguramente o que mais actualizado está...Vampiros temos por todo o lado...
Eles comem tudo e não deixam nada!

Obrigada por este belo post!

Beijinhos

Everson Russo disse...

Muito interessante,,,um belo dia pra ti e otima semana...beijos.

Céci disse...

Olá Saozita,

Bela homenagem ao Zeca Afonso.

E sempre actual este poema, de facto eles continuam a comer tudo e a não deixarem nada.

Bjinhos

Céci

Andrea Pagano disse...

Olá Saozita,
E como está seu filho?
Espero que tenha melhorado, pois vejo que voltou a nos presentear com as poesias...
Sim temos muitos vampiros pelo mundo e eles se reproduzem rápido demais, quando vimos estão por todos os lugares, sugando os outros para terem mais...

Obrigada pelo carinho de sempre e que esteja tudo em paz e com saúde de todos!

Bjs e fique com Deus!

Wanderley Elian Lima disse...

Adorei a música. Todos aqueles que lutaram e que ainda lutam, contra as desigualdades sociais, são perseguidos pelos governos ditadores, carrascos do povo.
Bjux

Mariazita disse...

Querida Sãozita
Sobre o assunto do teu último comentário responderei por email, provavelmente só amanhã.
Por agora deixo o meu desejo de uma noite feliz e repousante.
Até amanhã, minha querida.
Beijinhos aos molhos :)

Fernanda disse...

Olá amiga Sãozita, minha querida!

Apetece-me cantar Zeca Afonso!

Uma vez de caminho a Lisboa com a minha irmã, só as duas... raparigas novas e jeitosas :)))
fomos abordadas por dois rapazes que entratram no combóio em Coimbra.
Pois claro, eles todos garbosos e nós todas contentes demos-lhes logo trela :)))
Moral da história, eles eram do tempo do Zeca, do Fanha, do Adriano Correia de Oliveira, do José Mario Branco, do Sérgio Godinho, etc.
O que aconteceu dá para imaginar...nada disso do que estás a pensar, só cantamos...e cantamos... e cantamos.
Fizemos amizade e uma excelente viagem até Lisboa!!!

Nesse tempo, haviam cantores de intervenção, haviam jovens consciententes da importância na mudança, havia a exacta noção do peso da intervenção.
Hoje não!
Hoje a juventude quer shots, garinas e muitas curtes...

Beijos para todos, todinhos, tá?

Desnuda disse...

Querida amiga,

esta canção é TUDO! Já a conhecia. Belíssima homenagem e uma canção para ouvir e refletir no ontem e no hoje e no que é preciso mudar para um amanhã melhor. Os vampiros continuam, infelizmente, se proliferando o que faz esta letra atual. Obrigada pela bela e sempre oportuna partilha, amiga.

Carinhoso beijo.

Livinha disse...

Eles comem tudo e não deixam nada...
Na frieza amarelada, sugando as vítimas por eles criadas e continuam sugando a cada dia, comendo tudo e não deixando nada...
Mas um dia eles serão os despojos deles mesmos, apodrecidos vermes, sugadores da inocência humana...

Sãozita, Muito real o poema.
Senti saudades de ti.
Que bom estares de volta...

Feliz dia!

Bjs

Livinha

♥.•:****-franciete-****:•.♥ disse...

Oi minha amiga, espero que esteja bem pois já faz tempo que não nos víamos por aqui, com tantas coisas desagradáveis que vão passando pelo mundo, nada mais a propósito que este poema do saudoso Zeca Afonso.
Beijinhos de luz e paz em seu coração

Sonhadora disse...

Minha querida
Adoro a musica do Zeca, ainda o ouvi ao vivo, nos meus tempos de revolucionária, com o Ary dos Santos, Adriano C. Oliveira, Padre Fanhais,na Primavera Marcelista.

Tenho selinho no meu blogue, faz um ano, se quiseres passar.

Beijinho com carinho
Sonhadora

Machado de Carlos disse...

Apesar de demonstrar uma realidade ao mundo todo, a canção é bela, e muito bem interpretada.
Parabéns pelos seus ideais...
Continue assim!...

Manu disse...

Olá Sãozita!
O mais interessante nas canções do Zeca e de outros artistas seus contemporâneos é o facto de continuarem a ser actuais.
Obrigado pela visita e pelo comentário deixado.
Beijo.

Chica disse...

Lindo e corajoso! E por aqui também está cheio de vampiros, sugando o povo...Pena!beijos,chica

Odele Souza disse...

Zeca Afonso é querido entre os portugueses não é? Já vi referência a ele em vários blogs de Portugal.

E Saozita, passei para te deixar um abraço e te agradecer por manter em seu blog o vídeo com a história de Flavia. MUITO OBRIGADA.

Pra você, um forte e carinhoso abraço.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá, amiga!
Vim dar-lhe grande beijinho.
Fique bem, Sãozita.
Bom Fim de Semana.
Renata

♥.•:****-franciete-****:•.♥ disse...

Minha linda que o Senhor reconforte a tua alma, te proteja com seu manto, e ilumine teu caminho.
Diz apenas Senhor em ti confio e teus problemas serão resolvidos, beijos de luz e muita paz em teu coração, que a Virgem te ampare no seu regaço, te desejo de coração todo o bem deste mundo.

Amiga te envio esta oração, por amizade.

Criador
Sê meu guia enquanto viajo para trás no tempo
Até ao momento que muito estimei.
Fá-lo reviver na minha mente e no meu coração
Para eu me sentir agora como então:
Feliz, em segurança e livre.
Obrigado por estares comigo agora e antes,
E pelo teu amor, que está em todos os bons momentos.
Possa esta recordação ser uma bênção para mim, e para Ti.
Ámen

Angelo disse...

Acho incrível o sotaque português, gostei demais do poema e é tão delicado e formoso como você escolhe os seus posts!

Meus parabéns!

"Eles comem tudo, tudo e não deixam nada"

Graça Pires disse...

Quem pode esquecer o Zeca? Obrigada por lembrá-lo aqui.
Beijos.

Vanessa Monique disse...

Poema interessante, gostei mt
:*

AFRICA EM POESIA disse...

Sãozita
Estou muito cansada deixo-te um beijinho e vou dormir um pouco daqui a bocadinho volto
um beijo

Amor feito Poesia disse...

Há quem se entriteça ao pensar que o dia fica preso entre duas noites. Mas há quem se alegra pensando...que a noite é um repouso entre dois lindos dias.

(Autor Desconhecido)

Suave e belo amanhecer!Beijos...M@ria

José Sousa disse...

Olá amiga. Estive aqui em seu blog e gostei não só do blog mas tambem do que escreve. Vou ser seu seguidor, seja meu tambem em:
www.minhaalmaempoemas.blogspot.com
www.queriaserselvagem.blogspot.com
www.comgulolundo.blogspot.com

Um abração

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá, amiga! Venho do José, e aproveito o ensejo pra desejar-lhe Bom Dia! E dizer a resposta que lhe dei à pergunta: onde mora a justiça? Na consciência de cada um. Mas ninguém pode julgar ninguém, e *o José*/a Sãozita/"muitos" ou poucos o sabem.

"Não há nada como o sonho para criar o futuro.
Utopia hoje, carne e osso amanhã."
Victor Hugo

Beijos e Felicidades*
Já está sem contador o nosso bloguito. Se quiser, apareça!

Renata

poetaeusou . . . disse...

*
e continuam a comer,
os crápulas sabem que
que somos um povo sem dignidade !
,
conchinhas,
ficam,
,
*

Eduardo Medeiros disse...

Olá Saozita, tudo bem? Obrigado por seguir meu blog Olhar o Tempo. Vim conhecer seu espaço e já encaro um bando de vampiros querendo sangue...rsss

Gostei muito do blog.

um abraço

Carmendy disse...

Hola, muy buena esta versión de este cantautor que no conocía...
Muchas gracias¡¡ por hacerte sequidora de mi balcón de las toronjasdeluna.
Te mando mi abrazo de paz y amor.Y nos seguimos visitando, vale...
Carmendy

Saozita disse...

Estimados amigos, embora não seja meu hábito responder aqui nos comentários, pois este é um espaço para todos vós, quero aqui deixar o registo do meu agradecimento pelo carinho e amizade de todos!
A música, a canção e a poesia de intervenção (de protesto) é a minha preferida, pelo facto de por norma defender os mais fracos, os pobres, os ideais democráticos e uma sociedade mais justa e igualitária.
Por isso os portugueses,
Adriano Correia de Oliveira,
Brigada Victor Jara,
Fausto Bordalo Dias,
Francisco Fanhais (ou Padre Fanhais),
Janita Salomé,
GAC,
José Mário Branco,
Luís Cília,
Paulo de Carvalho,
Sérgio Godinho,
Vitorino Salomé,
Zeca Afonso (ou José Afonso)

e os Brasileiros
Caetano Veloso,
Cazuza,
Chico Buarque,
Geraldo Vandré,
Gilberto Gil,
Gonzaguinha,
Legião Urbana,
O Rappa,
Raul Seixas,
Titãs,
Toquinho,
e
Edson Gomes.

Estão entre os meus eleitos e todos foram muito importantes no contributo para libertar as suas pátrias dos grilhões da ditadura fascista.

Um bom fim de semana

Bjs

Sãozita

Multiolhares disse...

Continua bem actual esta poesia, " eles comem tudo e não deixam nada"
Bj

Daniel Costa disse...

Saozita

É sempre bom recordar o génio poético e de interveção que foi Zeca Afonso. Marcou mesmo uma época. Os poemas dele por mal dos nossos pecados, no seu sentido, continuam actuais.
Beijos

Linda Simões disse...

É realmente uma boa hora para reflexão...


Obrigada,obrigada mais uma vez pela porta aberta.


Bom domingo,um beijinho

Mariazita disse...

Minha querida Sãozita
Acabei de ler o teu email.
Fiquei radiante!
Quando tiveres pormenores informa-me, por favor.
Vou passar o dia a casa da filhota :) por isso estou com um pouco de pressa...

Desejo-te um domingo abençoado, assim como a toda tua família.
Beijinhos doces, mil.

angela disse...

Todos os que citou ajudaram a tornar nossas vidas menos tristes naqueles tempos.
Um poema infelizmente atual.
Aproveito para agradecer seu carinho.
beijos

Lina-solopoesie disse...

Saozita
: a me tutto ok? e a te? Non ho trovato il traduttore non ricordo se lo hai tolto o non l'ho hai mai postato.
Insomma che dire Saozita
Sorriamo alla vita È unica e speciale. .. a nche se i momenti tristi non mancono mai!

Ognuno di noi deve viverla al meglio, non bisogna mai mollare anche quando sembra che si stia per affogare in un mare incontenibile, o quando non si riescono a realizzare i sogni.

Bisogna lottare a denti strett
i, perché la vita non ci deluderà mai e se dimostriamo di credere nel suo magnifico potere, ci darà la seconda possibilità...

BUONA DOMENICA LINA

Lina-solopoesie disse...

Saozita
: Me puede? ¿y tú? He encontrado el traductor no puede recordar si ha eliminado o no me he fijado nunca.
¿Y qué hay Saozita
Sorra vida es única y especial. .. W i bien hay momentos tristes nunca!

Cada uno de nosotros debe vivir la mejor, nunca te rindas aun cuando parezca que se están ahogando en un mar incontrolable, o cuando no puede realizar los sueños.

Tenemos que luchar con los dientes apretados
i, porque la vida no siempre nos defrauda y si mostramos la creencia en su gran poder, nos dará una segunda oportunidad ...

BUEN LINA Domingo

a magia da noite disse...

o tempo é cíclico e o que antes era, agora voltou a ser.

Carlos Albuquerque disse...

Não posso deixar de me juntar a esta sua homenagem a Zeca Afonso! O tema escolhido continua, infelizmente, actual.
Também para mim a canção de protesto foi sempre a preferida, exactamente pelas razões por si apontadas na resposta aos comentários.
Aos intérpretes portugueses e brasileiros citados gostaria de acrescentar muitos outros, mas fico, se me permite, pelos chilenos Violeta Parra e Victor Jara e pelos argentinos Mercedes Sosa e Atahualpa Yupanqui.
Um abraço

Andradarte disse...

Não foram embora....eles andam por aí...
Beijo

Daniel Savio disse...

Realmente, há um bocados de vampiros em nossa vida...

Fique com Deus, menina Saozita.
Um abraço.

Mariz disse...

Olá Sãozita

Agora que a nuvem negra já se dissipou um pouco, porque passei por vários acontecimentos seguidos e sufocantes por dolorosos até há pouco tempo, venho agradecer no seu espaço embora o fizesse também lá quando teve a amabiliade de deixar um comentário no meu blog.

Quanto a este post..."eles" nunca deixaram de existir.
Conheci o Zeca Afonso, privei com ele - mas nunca fui comunista nem coisissima nenhuma.
Fazíamos fogos de campo, acendíamos fogueiras sentávamos-nos á roda delas e cantavamos juntos, em plenos anos 60 e depois idem.
Belos tempos em que se sentia unidade sem que outros poderes invadissem o território da alma e do caminho.

Deixo um abraço fraterno
Sempre
Mariz

international wiews

Assine a Petição (click na imagem)

Pesquisar neste blogue

Joseph Addison

"A amizade desenvolve a felicidade e reduz o sofrimento, duplicando a nossa alegria e dividindo a nossa dor"




Labels

Sites úteis para bloggers

Flag counter 27.06.10

free counters
Related Posts with Thumbnails