18 outubro, 2010

Entre partidas e chegadas



            Aqui está um selinho que me foi oferecido pela minha amiga Deia,do blogue Rumo à escrita  com um desafio, de efectuar um post referente à temática das partidas e chegadas! Este mesmo selinho, já deu a volta ao mundo e foi-me também co-atribuído pelas minhas amigas Marilú do blogue Devaneios e do blogue Na Casa do Ráu_Galeria de Selos e Prémios, este pequeno pormenor demonstra o quanto o mundo se tornou pequeno e global. Obrigado minhas amigas pela lembrança e carinho.

             Entre  o partir e o chegar, gosto de partir, rumo ao desconhecido, viajar e conhecer, visitar amigos, família e o desejo da chegada, vem com o regresso e a ansiedade da saudade da nossa casa, do nosso cantinho, enfim do nosso pequeno mundo. No fundo, apesar de gostar de partir em viagem, o que me dá mais prazer é o regresso e o almejado sossego do meu lar.


 Entre Partidas e Chegadas

Emigrante

Por vezes parto,
na incerteza do regresso.
À chegada...sinto a saudade,
que na partida já levei...
e na denúncia de um sentir,
deixo cair uma lágrima escorrida,
de um dia, em que para trás não olhei!
Deixei a minha terra,
a minha vida.
Em tom de jeito,
na lembrança trago memórias,
de uma vivência feliz,
que me é querida,
que gravo na alma e encerro no peito.
 Numa tristeza sentida,
denunciada, 
por força de uma lágrima atrevida,
a saudade do meu país!

 
                                                                                                     poema do meu marido Victor Simões.

34 comentários:

DÉYA... disse...

humm amei essa poesia.. diz tudo...
"lágrima atrevida"..
bjo..

Ives disse...

As vezes não partimos nem da memória que nos persegue rs abraços

Andradarte disse...

Bonito..... Bela homenagem ao nosso
emigrante....
Abraço

Suziley disse...

Saudade do país, muito lindo, linda poesia!!! Um grande beijo, bom dia, boa semana :)

Vanuza Pantaleão disse...

Amiga,
Só agora pude visitar o espaço do Wanderley e ter a grata surpresa de comentá-lo. Valeu a dica!

Quanto ao Poema do seu marido Victor, realmente, é muito sentido. Afastar-se do país ou do lugar que se ama não é fácil e dói na alma.
Parabéns a ele e a você também!!!Bjsss

angela disse...

Muito bonita sua participação.
Um poema lindo.
beijos

Ana Martins disse...

Boa tarde Sãozita,
lindo o poema do meu irmão, uma verdadeira homenagem ao emigrante. Partir e chegar nem sempre é fácil, no caso dos emigrantes, levam na bagagem todas as recordações e vivências queridas.

Beijinhos,
Ana Martins

Daniel Savio disse...

Escolha interessante, sendo que a vida é uma eterna viagem, um eterno partir durante a nossa busca pela felicidade...

Fique com Deus, menina Saozita.
Um abraço.

Fernanda disse...

Querida Sãozita!

Amiga e amigo Victor!

Quanta sensibilidade neste poema que me leva às lágrimas!!!
Sabem bem dos porquês, das dores causadas pelas ausências...

Permitem-me que publique este poema no Blog do Pedro?
Ele iria adorar.

Sãozita,

Entre partidas e chegadas é sempre bom estar.
Estar com quem amamos seja onde for, mesmo que estejamos em contínua viagem.

Beijinhos a todos, aos pimpolhos lindos em especial.

Jose Sousa disse...

Olá Saozita!
Mais uma vez vim ao seu espaço. Gosto do que escreve, e este é mais um dos que gostei.
Nem sempre posso comentár mas leio!

Compareça nos meus e comente:

www.queriaserselvagem.bogspot.com
www.minhalmaempoemas.blogspot.com
www.congulolundo.bogspot.cm
E-mail: kwahta@hotmail.com

Um Abração do tamanho do mundo

Deia disse...

Saozita, incrível você ter recebido também de outras pessoas o selinho! Fiquei admirada o quanto esse meu pequeno gesto fez morada em outras casas através da generosidade daqueles que também o receberam! Amiga, também adoro partir, chegar em outras paradas, fazer amigos, rever os queridos! Mas é muito bom voltarmos para a casa, isso não se discute!
O poema do Vitor me fez pensar na alma desbravadora do meu querido povo português, que parte em rumo ao desconhecido mas carrega, sempre, a pátria no peito! Um beijo, já estou lhe respondendo o email!!
Deia

AFRICA EM POESIA disse...

Sãozita
Saudades

Gostei de falar contigo
Eu vou caminhando. Amanhã vou ao h.M. mas vou e venho. uma beijoca para ti...um beijo

Jessy disse...

Oiiee xD Lindo blog =D
Está tudo muiito lindo! Parabéns ~~*

Beijos

Chica disse...

Lindo e cheio de sensibilidade à flor da pele.Lindo!beijos e ótima semana,chica

Marilu disse...

Querida amiga, linda poesia, adorei. Tenha uma linda semana. Beijocas

Sonhadora disse...

Minha querida
Um lindo poema, uma bela homenagem ao sentir do emigrante, gostei muito.

beijinhos com carinho
Sonhadora

Linda Simões disse...

Entre partidas e chegadas...

A certeza do amor...


Mesmo distante,mesmo ausente.


...

A lágrima escondida ou escancarada.

Na certeza de dias melhores.


Parabéns ao Victor pelo poema
à você pela postagem.


Boa semana

Isa disse...

Comovedor o poema do Victor.
Bela homenagem ao emigrante.
Beijo.
isa.

Fernanda disse...

Querida amiga!

Deixo um beijo e duas palavras.


"Teci com fios de luz
O manto que te dei
Para te abraçar
Cada vez
Todas as vezes
Que te lembrares de mim."

Maria José Areal

Martha Cecilia Cedeño Pérez disse...

Es un poema precioso, Saozita. Me ha llegado muy hondo.
Un abrazo,
Martha

Lídia Borges disse...

A terra que nos viu nascer exerce sobre nós um apelo irreprimível, como se, como uma árvore, tivéssemos raízes.

Muito bonito!

L.B.

Macá disse...

Saozita
Também recebi esse selinho da Deia e escrevi sobre ele.
"À chegada...sinto a saudade,
que na partida já levei..."
Viajar é sempre muito bom, mas voltar ..... melhor que tudo.
bjs

Mari Amorim disse...

Amiga,querida!
Sempre é muito bom vir aqui,saio sempre muito feliz com as reflexões que daqui levo em meu coração.
Boas energias sempre,
beijos na alma
Mari

Malu disse...

Boa noite ,Saozita !


Parabéns pela bonita participação
do Selinho.

o Poema de seu marido é lindo.



BjO e uma Noite de Paz ...

Mai disse...

Encontros e despedidas e para o emigrante as fronteiras se ampliam porque sua Pátria é o mundo.

Saozita, vim agradecer sua visita ao 'inspirar' e o comentário deixado.

piedadevieira disse...

Que lindo poema!
Beijos

Alvaro Oliveira disse...

Boa noite amiga Saozita

Uma justa homenagem ao emigrante,
num poema magnifico.
Desconhecia o talento poético do irmão e marido das minhas amigas e seguidoras Ana e Saozita. Esse talento não deve viver no anonimato.Beijos

Alvaro

Lua Nova disse...

São as partidas que nos possibilitam a melhor de todas as sensações: a de voltar pra casa. Ter para onde voltar é uma dádiva.
Estranho... descobri que ainda não te seguia. Já corrigi.
Beijokas.
Seguindo...

Desnuda disse...

Querida amiga,


uma bela poesia! Feita com arte e profundo sentimento.

Adorei a sua resposta do selinho. Porque é mesmo assim que sentimos.

Uma linda noite para voce e os seus, Saozita. Beijos com carinho.

UniVerso-Rita Poesias disse...

Bravo! Belíssimo Poema!!!
Obrigada pelo krinho.

bjos
Rita Madeira

Rosa disse...

Olá Déya, Obrigada pela visita ao meu blog.
Gostei do poema, me fez recordar as vezes que parti e deixei saudade e esperança de um dia voltar.
bjs!

Irene Moreira disse...

Lindo poema que fala o sentido real das partidfas e chegadas.

Beijos

AyméeLucaSs disse...

Ola Saozita,
Que poema lindo! Faz 7anos que nao vejo o Brasil e este poema me tocou muito ao ler, fez sentir saudades infinitas de lah!

Eu estou passando por aqui também para te convidar a participar de um desafio. E'simples http://wwwtempo-livre.blogspot.com/2010/11/desafio-joguinho-pra-gente-recebi-um.html

Eu te indiquei entre 7 blogs para participar.
Eu achei legal e resolvi te indicar ^^
Não se sinta na obrigação de responder.
Mas é sempre bom ficar sabendo um pouquinho mais sobre nossos amigos blogueiros ^^
bjo

psicoisapecat disse...

El poema es precioso, sólo que la palabra inmigrante, no me gusta, porque es un térmimo discriminativo. Sin embargo el tema que desarrollas, es interesante, real, con mucho sentimiento de fondo. Gracias.
La foto, es preciosa.
El título, muy sugerente.
Un fuerte abrazo.

international wiews

Assine a Petição (click na imagem)

Pesquisar neste blogue

Joseph Addison

"A amizade desenvolve a felicidade e reduz o sofrimento, duplicando a nossa alegria e dividindo a nossa dor"




Labels

Sites úteis para bloggers

Flag counter 27.06.10

free counters
Related Posts with Thumbnails