19 junho, 2010

Homenagem a Amália Rodrigues

Amália da Piedade Rodrigues  (Lisboa, 1 de Julho de 1920 — Lisboa, 6 de Outubro de 1999) foi uma fadista, cantora e actriz portuguesa, considerada o exemplo máximo do fado, comummente aclamada como a voz de Portugal e uma das mais brilhantes cantoras do século XX. Está sepultada no Panteão Nacional, entre os portugueses ilustres.
...leia mais sobre Amália


Casa da Mariquinhas


Amália Rodrigues





Foi no Domingo passado que passei

À casa onde vivia a Mariquinhas

Mas está tudo tão mudado

Que não vi em nenhum lado
As tais janelas que tinham tabuinhas

Do rés-do-chão ao telhado

Não vi nada, nada, nada
Que pudesse recordar-me a Mariquinhas

E há um vidro pegado e azulado

Onde via as tabuinhas
Entrei e onde era a sala agora está

À secretária um sujeito que é lingrinhas

Mas não vi colchas com barra
Nem viola nem guitarra

Nem espreitadelas furtivas das vizinhas

O tempo cravou a garra

Na alma daquela casa

Onda às vezes petiscávamos sardinhas

Quando em noites de guitarra e de farra
Estava alegre a Mariquinhas
As janelas tão garridas que ficavam

Com cortinados de chita às pintinhas
Perderam de todo a graça porque é hoje uma vidraça
Com cercaduras de lata às voltinhas
E lá pra dentro quem passa

Hoje é pra ir aos penhores

Entregar ao usurário, umas coisinhas

Pois chega a esta desgraça toda a graça

Da casa da Mariquinhas

Pra terem feito da casa o que fizeram
Melhor fora que a mandassem prás alminhas

Pois ser casa de penhor
O que foi viver de amor


É ideia que não cabe cá nas minhas

Recordações de calor

E das saudades o gosto eu vou procurar esquecer

Numas ginjinhas

Pois dar de beber à dor é o melhor
Já dizia a Mariquinhas
Pois dar de beber à dor é o melhor
Já dizia a Mariquinhas




Versos de Silva Tavares
Jornalista e poeta

45 comentários:

Valéria Gomes disse...

Lindo demais!!!

Bela tarde para ti!!!

Chica disse...

Linda homenagem.Gostei de ver e minha mãe era fã dela!beijos,chica

Ana Martins disse...

Boa tarde Sãozita,
é lindíssimo sim, e embora eu reconheça o talento de Amália Rodrigues, sabes muito bem que nunca fui fã dela, gosto imenso de fado mas nunca fui apaixonda pela voz de Amália.

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Deia disse...

AMO a música portuguesa, sou admiradora da Amália há tantos anos, mas essa música, ah, essa eu não conhecia! Obrigadinha! Um beijo, Deia

direitinho disse...

Ouvir Amália é enchermos a alma de sons e ritmos que nos saciam a fome do espírito.

Machado de Carlos disse...

Belíssimo! Uma delícia vir aqui e admirar o belo fado!
Pois é, seguirei este caminho!...
Beijos!...

Canduxa disse...

Olá Saozita,

Descobri agora que és a cunhadita da Ana Martins. Há dias ela fez um poema para o teu filho... só agora juntei as coisas.
Gostei muito de te conhecer, agora falta-me conhecer a Ana.

Beijinhos com muita luz

Livinha disse...

Das poucas canções que lembro ter ouvido dela, muito gostei, apenas desconhecia a sua origem, como agora um pouco me intero através de tuas letras.
Linda canção, rebuscada de memórias.

Feliz Domingo pra ti

bjs

Livinha

Duarte disse...

A mais grande, imensa, única...
Hoje outras vozes cantam o que ela fez popular mas ninguém a iguala... impossível!
Fizeste uma boa eleição, é um fado cheio de vitalidade, algo mais alegre... Adorei.
Amália, sempre.

Abraços de vida

Maria Soledade disse...

Olá Sãozinha:Obrigada por visitado o meu "Jardim".

Amália passado,Amália ontem,Amália hoje,Amália SEMPRE...Semprei gostei,ou melhor, gosto de Amália, no entanto, e embora este não seja um dos meus fados preferidos, adorei ouvi-la,relembrá-la é sempre comovente...

Obrigada pela sua simpatia e amabalidade em relação à minha Mãe e meu marido.

Até um destes dias...Tenho andado devagarinho a visitar os amigos.Um a um,como o meu tempo é muito escasso vou chegando a todos...

Solange Maia disse...

lembro das tardes na casa da minha Avó, do cheiro de bolo de chocolate no ar, e de Amália Rodrigues tocando ao fundo...

me fez resgatar memórias lindas...

adorei o blog.

beijo !!!!

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Saozita, seja bem vinda sempre no Vrseiro e no Espaço aberto também...
Eu era fã o grupo madredeus, mas eles se separaram né...uma pena...
Bela homenagem a uma expressão da música portuguesa...
Um abraço na alma...beijo

Daniela - Coisas Miméticas disse...

Olá,

Chamo-me Daniela e gostava de apresentar o meu blog, com peças feitas por mim:

www.coisasmimeticas.blogspot.com

Dúvidas ou sugestões: coisasmimeticas@gmail.com

Obrigada!

Daniela – Coisas Miméticas

Cida disse...

Obrigada pela visitinha ao mosaicos!

Conheci a sua terra em maio do ano passado, e me apaixonei por tudo aí: cidades, povo, culinária, música... e por aí afora...:)

Um dia penso em voltar, pois coisa boa a gente sempre repete, não é?...rs

Um beijo grande, e tenha uma excelente semana.

Cid@

Versi D'Amori disse...

Minha querida,

Grata por sua visita...muito lindo o seu espaço e belíssima homenagem!!Maravilhosa Amália...Adorei..voltarei sempre!!

Tenha um ótimo Domingo, repleto de paz e harmonia!!

Grande beijo,

Reggina Moon

Visite:
www.versoeprosapoemas.blogspot.com

Canduxa disse...

Olá Saozinha,

Hoje vim ouvir a Amália.
Linda homenagem que fizeste a uma grande fadista.

beijinho

Juliana Carla disse...

********************************************

Por toda sua ternura no BRAILLE DA ALMA, lhe ofereço cinco opções de mimo. É só escolher e trazer para o seu cantinho. Se preferir pegar todos... Bom, fique a vontade! Você merece pela beleza do seu trabalho!

Eles estão no canto direito da página ou neste link:
http://brailledalmamimos.blogspot.com/

Mimos em questão:

*** "Prêmio Dardos" (dobradinha)
*** "Prêmio Blog original"
*** "Selo Meme"
*** "Melhores Blogs Culturais do Brasil"

Bjuxxx e xerooo querida.

Juliana Carla
brailledalma.blogspot.com

********************************************

Juliana Carla disse...

Olá Saozita

Vou te confessar: não conhecia o trabalho da Amália. Ela tem um timbre lindo! A voz dela até lembra um pouco a da Roberta Miranda.

Pela letra e imagens do vídeo, transcrevo a mudança dos tempos... Os vizinhos, as casas... Até nós e a nossa própria casa.

Obrigada por estar no Braille da alma.
Sigo-te!

Bjuxxx e xerooo

Mariazita disse...

Querida amiga
Estou passando apenas para dar um beijinho de boa noite. Passei o dia todo fora de casa, e agora vou ao blog duma amiga (minha prima) ver o post que ela quer postar. Muitas vezes ela pede-me para ir ver e eventualmente corrigir antes de ela publicar. E depois de ir lá ver vou para a cama :) Estou cansadita. Não li a sua postagem; amanhã venho ler e comentar.
Grande beijinho e noite feliz.

AFRICA EM POESIA disse...

Sãozita.

adorei estar contigo
Um beijo para ti para o Vitor em especial para o João.
beijos

Endim Mawess disse...

adoro a cançao do mar na voz da Amalia.

victoria disse...

Gracias por compartir este blog maravilloso y un grán homenaje a una cantadora muy importante de Fados.Ayer precisamente estuve en unas fiestas y cantaron unos cuantos.Besos Victoria.España

Machado de Carlos disse...

Sobre: - Amália Rodrigues lembra-me muito bem dela quando ela estava por aqui e se apresentava nos programas de televisão, inclusive participou de novelas brasileiras.
Adoro a música portuguesa, tenho até umas músicas de poemas de Fernando Pessoa, musicadas e cantadas por artistas brasileiros. Sem contar que em minhas veias correm um pouco do sangue português, pois minha avó materna nasceu em Leiria e, minha mãe tem muito orgulho disso.
Espero e conto sempre com tua presença por aqui. Será sempre uma alegria constante para mim!
Beijos!...

Nato disse...

Olá tudo bem
estou aqui só para avisar que o Caos-Mundial esta na ativa novamente, e também para agradecer seus comentarios lá muito obrigado!!

ah e parabéns belas palavras te segui.

se der passa lá.

abraços

MARIA DEL CARMEN disse...

Gracias por tus amables palabras en mi blog!

He traducido alguno de los textos que expones y te felicito!

Seguimos en contacto!

Abrazos!!!

Amanda Zanqui disse...

Oi Saozita! Que voz linda! Gostei muito. E obrigada por torcer pelo Brasil, também torço por Portugal, meu avô materno era português. beijos

Daniel Costa disse...

Sãozinha

Como admirador que sou das canções-fado interpretados por Amália Rodrigues, foi um gosto voltar a ouvir a Casa da Mariquinhas.
Daniel

Mariazita disse...

Olá, Sãozita
Começo por agradecer todo o seu cuidado com o "desaparecimento" dos meus blogs, e todo o seu carinho.
Foi um bocado complicado de gerir; eu sentia raiva por me sentir impotente para solucionar o problema, e ao mesmo tempo frustação, pensando que iria perder todo o trabalho e empenho de dois anos e meio (caso da "CASA" - os outros dois são mais recentes, embora tenham mais de um ano, qualquer deles). Mas enfim, tudo se resolveu, tendo o Blogger reconhecido que tinha havido um erro da parte deles, e pedindo desculpas. Pronto, já passou!

O seu post é muito atractivo, pelo menos para mim que sempre fui fã de Amália. Acho mesmo que não há nenhuma, até hoje, que possa substituí-la. E temos fadistas de mão-cheia, note. Mas... a voz da Amália é única, e o que ela dava de si mesma ao cantar é também único.
Em Outubro passado fui ver uma exposição no Panteão Nacional, sobre Amália, e gostei imenso.
Este fado "A casa da Mariquinhas" foi durante muito tempo a música de fundo do meu blog. Até o nome é o mesmo, já reparou?
Prova que a Sãozita tem muito bom gosto :)))
Minha querida, vou deixá-la, por agora, com um aplauso por esta linda homenagem à nossa Amália.

Beijinhos, tudo de bom.

Vitor Chuva disse...

Olá Sãozita!

Obrigado por se ter feito minha seguidora; e, depois de aqui chegar, é com muito gosto que retribuo o simpático gesto.

Quanto ao poste e à Amália, confesso que só na fase adulta da vida comecei a gostar de a ouvir, assim com de ouvir fado, de um modo geral: coisas próprias de quando se é jovem, direi eu, mais virado para aceitar e acolher o que vem de fora.
Obrigado, um beijinho.
Vitor

Desnuda disse...

Querida amiga,

desde menina sou fã de Amália Rodrigues . Amei esta homenagem e o video. Obrigada por estes minutinhos especiais que passei no seu blog e também pelo carinho na minha ausência.

Carinhoso beijo amiga

* Feliz por tudo ter sido resolvido na Casa da Mariquinhas da amiga Mariazita!

Pat. disse...

Olá amiga!

Quero desejar Boas-Vindas e dizer que é um prazer poder tê-la sempre em meu espaço. Fiquei encantada com teu blog e por aqui me instalo sem pedir...

Deixo um beijo especial com carinho e respeito.

Machado de Carlos disse...

São as voltas que a vida dá, não é mesmo?
Um Grande Abraço!

O Guardião disse...

Uma figura maior do panorama artístico e cultural português.
Cumps

cristal de uma mulher disse...

Que bom está aqui e tu amiga seja bem vinda Linda literatura..Abraço

Marilu disse...

Querida amiga Saozita, primeiramente te agradeço a visita,seja muito bem vinda. Eu tornei-me tua seguidora tão logo entrei aqui, que espaço mágico você tem, de muito bom gosto.Sou filha de pais portugueses, e consequentemente gosto muito de Amália Rodrigues, para mim, a grande dama da música portuguesa. Lendo o poema vi que lá tem "ginginha", e eu tenho um pé de ginguinha aqui no Brasil...meu pai sempre tinha preparada uma garrafinha..rs..Tenha uma linda semana...Beijocas

Deia disse...

Oiê! Vim retribuir o carinho e as visitas! Um enorme beijo desse lado do Atlântico, Deia.

RESILIÊNCIA disse...

saozita

obrigado pela visita.
Tudo que vem desta terra me encanta.
um grande abraço

Amor feito Poesia disse...

Prá Voce...

Um ramalhete
Com rosas e alecrim
Nele, fitas de afeto
Em laços de bem querer,
Um sorriso em cada pétala
Um bilhete de paz
Pra tua vida...
E um pedido!
Jamais se esqueça de mim!

(Sirlei L. Passolongo)

Saudações Poéticas.....M@ria

J Araújo disse...

Tenho a Mariazita, a Mariquinhas, agora a Zaozita. Todas dessa terra portuguesa, foi muito bom passar por aqui e ler seu blog, muito bem elaborado.

Bj

Fernanda disse...

Querida amiga Sãozita,

Mais uma vez devo ter feito asneira e não ficou o meu comentário.
Confesso que tenho andado um bocadinho nervosa, mas passará.

Amiga, eu sou apaixonada por fado ao vivo, e consigo ouvir Mariza em CD...estranho não lhe parece???

Pois é verdade!!!
Comecei a gostra de ouvir fado Já com 30 e muitos quando levei turistas a casa de fados, e naquele ambiente a musica tocou-me, mas confesso que nem era fã da Amália (que vergonha).
Aprend a gostar mais tarde, mas não gosto de todos.
Penso que esta nova geração de fadistas, dos quais já vi muitos ao vivo, a Mariza é a que mais aprecio, sem dúvida, veio trazer uma nova roupagem ao fado, com poemas fabulosos dos melhores autores e isso enriqueceu muito a nossa canção tradicional por natureza.

Belíssimo post.
Parabéns.

Beijinhos

Inspirações disse...

Olá São!
Obrigada pela visita e comentário!Volta sempre que quiseres, a porta está sempre aberta :)Também gostei do teu cantinho, é suave e inspira muita paz.
jinhos
Paula

C@urosa disse...

Olá querida amiga, agradeço a gentil visita, adorei esse espaço, sensível e inteligente, espero poder voltar mais vezes.

forte abraço

C@urosa

ANTOLOGIA POÉTICA disse...

"Um livro aberto é um cérebro que fala;
Fechado, um amigo que espera;
Esquecido, uma alma que perdoa;
Destruído, um coração que chora".

Voltaire

Amor & Paz na sua noite...M@ria

Cria disse...

Boa tarde !! Vim agradecer tua presença no meu cantinho (serás bem vinda SEMPRE !) e ver o teu blog. Tudo muito lindo por aqui, parabéns pelas postagens. Voltarei mais vezes, também. Beijos, linda sexta pra ti e um carinho do Sul do Brasil.

Jorge Sader Filho disse...

O fado agradece sua homenagem, Saozita!
É muito difícil uma intérprete como Amália Rodrigues.
Belo blog você construiu, valeu a pena.

Carinho,
Jorge

international wiews

Assine a Petição (click na imagem)

Pesquisar neste blogue

Joseph Addison

"A amizade desenvolve a felicidade e reduz o sofrimento, duplicando a nossa alegria e dividindo a nossa dor"




Labels

Sites úteis para bloggers

Flag counter 27.06.10

free counters
Related Posts with Thumbnails